Deferida liminar que obriga Deputado Estadual a apagar vídeo falso contra o Felipe Neto

Início / Blog / Deferida liminar que obriga Deputado Estadual a apagar vídeo falso contra o Felipe Neto
em 20/02/2020
Deferida liminar que obriga Deputado Estadual a apagar vídeo falso contra o Felipe Neto

O Deputado Estadual em Minas Geral Bruno Engler e seu assessor, um Policial Militar, tem 24 horas para apagar uma montagem que publicaram com ofensas ao Youtuber Felipe Neto.

No vídeo, há trechos de vídeos antigos em que Felipe Neto fala sobre sexo, misturados à fotos de várias épocas do youtuber e empresário posando com crianças.

Além disso, que fez a montagem inseriu outros elementos como um filtro de imagem, efeitos sonoros, trilha sonora, a foto de uma boneca destruída, cortou da imagem uma sexóloga que aparecia no vídeo, e distorceu de forma bastante macabra o rosto das crianças.

A liminar foi deferida pelo Juiz da 2ª Vara Cível da Barra. O facebook já retirou o vídeo dos ar nos dois perfis e também nos Instagram do Deputado. O twitter deve cumprir da decisão nas próximas horas.

A divulgação da montagem tinha o claro objetivo de ofender e manchar a reputação do youtuber. A legenda usada, inclusive, deixava bem clara a finalidade da postagem.

Os divulgadores do vídeo violaram diversos dispositivos de Lei, especialmente dos artigos 17 e 20 do Código Civil que garantem ao nome, imagem e honra de qualquer pessoa.

Ação patrocinada por Ribeiro da Luz Advogados.

Leia na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *